Solicite uma Proposta

 

 

 

Perguntas mais freqüentes



1 - Onde devo ir para fazer o seguro do meu veículo?

Você deve procurar um corretor de seguros que é a pessoa habilitada, através da SUSEP , a lhe dar toda a assistência na contratação do seguro e, principalmente, quando houver sinistro .

Os corretores de seguros são credenciados e trabalham para você. Ele não é funcionário da seguradora e quando você mais precisar ele estará ao seu lado lhe auxiliando e instruindo.

2 - Que cuidados devo tomar quando for contratar um seguro de automóvel?

Você deve procurar profissionais especializados e prontos a lhe orientar. Deve observar se o corretor que está lhe atendendo é habilitado e age com profissionalismo. É importante saber se o corretor trabalha com seguradoras idôneas e se pesquisou o menor custo dentro dos melhores produtos.

Verifique se foi apresentado o que você solicitou e se o corretor foi transparente nos esclarecimentos referente à contratação.

Quando chegar a sua apólice é importante ler e conferir todos os dados, havendo divergência você deve informar ao corretor que providenciará as correções.

Se tiver contratado a Assistência 24 horas é importantíssimo ler tudo que cobre, pois este serviço é muito útil. Procure ter o telefone do seu corretor e da assistência 24 horas em lugar de fácil acesso e avise as outras pessoas que sempre estão com você sobre esses telefones.

3 - O que devo conferir na apólice de seguro?

Na apólice estão descriminadas todas as características do seu seguro, como:

  • Dados pessoais do segurado
  • Perfil do segurado
  • Dados do veículo
  • Coberturas contratadas
  • Bônus
  • Franquia
  • Condições gerais e particulares
  • Valores segurados
  • Custo do seguro
  • Carnê de pagamento
  • Cartão da Assistência 24 horas

4 - Todas às vezes, que for fazer o seguro, o meu veículo tem que ser vistoriado?

A vistoria prévia é feita no momento da contratação do seguro. Na vistoria o perito da seguradora verifica o estado físico do veículo.

Se você está renovando o seguro dentro da vigência a seguradora poderá isentá-lo da vistoria. A Vistoria poderá ser feita quando:

  • Seguros novos;
  • Alteração das garantias básicas ou adicionais;
  • Alteração do valor determinado do veículo;
  • Substituição do veículo;
  • Alteração das características do veículo;
  • Exclusão de avarias preexistentes;

5 - Posso fazer o seguro de um carro velho?

Existe um limite de idade e varia de seguradora para seguradora. Normalmente as seguradoras aceitam veículos com até 10 anos de fabricação no Seguro Total e essa idade pode ser estendida no caso de seguro de RFC .

6 - Existe carência de cobertura no seguro de automóvel?

Não. A cobertura começa após a realização da vistoria prévia do veículo e o protocolo da proposta na seguradora, que poder ser feito eletronicamente, via internet.

7 - Qual é o critério utilizado para o calculo do seguro de automóvel?

O critério basicamente é estatístico. Leva-se em conta a freqüência de roubos e de colisão; o preço das peças de reposição, os modelos mais visados e que apresentam maior facilidade de roubo, os modelos esportivos e mais velozes, etc. Também é analisado o perfil do segurado e, baseado nas respostas declaradas, existe o agravamento ou não do risco. Por exemplo, uma pessoa que tirou carteira de habilitação a muitos anos e seu veículo fica guardado em garagem deverá ter um desconto por isso.

8 - Que taxas eu pago além do valor do seguro?

O valor do seguro é chamado prêmio e é composto por:

Valor do seguro + custo de emissão de apólice + juros de parcelamento +IOF (Imposto sobre operações financeiras)

9 - Por que os valores do seguro variam de cidade para cidade?

Esta variação ocorre, também por dados estatísticos. Assim em cidades onde existe, por exemplo, um baixo índice de roubo de veículo, o seguro é mais barato.

10 - Quais os descontos posso ter quando for contratar meu seguro?

São vários critérios e variam de seguradora para seguradora, citamos abaixo alguns exemplos:

  • Perfil do principal condutor
  • Veículos que tem alarme anti-furto
  • Bonificação por não sinistralidade
  • Renovação na mesma seguradora

Existe também o bônus, praticado por todas as seguradoras que garantem um desconto (bônus) de 10% para os segurados que completam um ano de adesão sem sinistros. Esse percentual vai aumentando e pode chegar a 35%, de acordo com os critérios da seguradora contratada.

11 - Se eu mudar de seguradora perco o bônus?

Não. O bônus pertence ao segurado e irá lhe acompanhar.

12 - Seu eu trocar de veículo perco o bônus?

Não. O bônus é do proprietário do veículo e não do veículo. Basta você fazer a substituição do bem na apólice.

13 - O que é sinistro?

Ocorrência de natureza súbita, involuntária e imprevista de eventos que constam no contrato de seguro.

14 - Até que idade posso fazer o seguro?

Não há limite. A única exigência é de que a carteira de habilitação esteja dentro do prazo de validade.

15 - O que cobre o seguro de automóvel?

Cada apólice garante o que foi escolhido pelo segurado.

Exemplo: cobertura para danos parciais e totais causados ao veículo segurado, decorrentes de acidentes de trânsito, tais como:

  • Colisão, capotagem ou queda acidental;
  • Acidentes durante o transporte do veículo segurado por meio apropriado;
  • Atos danosos praticados por terceiros;
  • Inundação, alagamento, ressaca, ventos fortes, granizo e queda acidental de qualquer agente ou objeto externo sobre o veículo;
  • Roubo ou furto do veículo segurado ou da sua tentativa;
  • Incêndio ou explosão acidental que danifique parcialmente o veículo segurado;
  • Danos causados ao veículo segurado após o roubo ou o furto total, se o mesmo vier a ser recuperado antes do pagamento da indenização;
  • Danos pessoais ou materiais causados a terceiros pelo proprietário do veículo ou motorista autorizado (Responsabilidade Civil Facultativa).

16 - O que é e o que garante o seguro contra terceiros?

Seguro contra terceiros (Responsabilidade Civil Facultativa) é uma cobertura que garante o reembolso da indenização de Danos Materiais e/ou Danos Corporais causado pelo veículo do segurado a terceiros.

17 - Por que devo contratar o seguro contra terceiros?

Você deve contratar porque os danos corporais envolvem pessoas e são polêmicos e avaliados de forma emocional.

Você deve contratar porque os danos materiais envolvem veículos, bens materiais e coisas que podem custar muito caro e acidente em que você seja responsável poderá abalar sua vida financeira.

18 - O que devo fazer se alguém colidir com o meu veículo?

  • Deve entrar em contato com o seu corretor que irá lhe orientar;
  • Deve fazer um boletim de ocorrência policial;
  • Preencher o aviso de sinistro e dar entrada na seguradora.

19 - O que é o seguro total?

A expressão “ Seguro Total ” é utilizada para determinar que o seguro do automóvel reúne um conjunto de coberturas ideais para garantir qualquer tipo de sinistro. Nele estão incluídas tanto o Seguro Compreensivo (seguro do veículo), a Garantia de Responsabilidade Civil Facultativa (seguro contra terceiros) e seguro de Acidentes Pessoais de Passageiros (APP). Também podemos incluir no Seguro Total os acessórios do Veículo e equipamentos que ele possua.

20 - Como determino o valor de cobertura do meu veículo?

Você tem duas opções:

  • Valor Determinado: é aquele em que o segurado estabelece o valor do seguro e o negocia com a seguradora. Em caso de perda total ou construtiva do veículo segurado, essa garantia oferece indenização pelo valor estipulado no ato da contratação, pelo segurado, e aceito pela Seguradora.
  • Reposição Garantida: é aquela em que o valor do seguro a ser pago é estipulado de acordo com o valor médio do veículo no mercado. Em caso de perda total, o segurado receberá uma indenização no valor estimado para o carro no dia do pagamento do seguro. Usa-se comumente a tabela FIPE como referencial.

21- O seguro cobre o aparelho de som e outros acessórios do meu veículo?

Não. Você deve contratar uma cobertura adicional para a garantia de acessórios e equipamentos.

22 - O que é considerado perda total?

Considera-se perda total quando o carro é roubado ou quando os danos de uma colisão representam um prejuízo superior a 75% do valor segurado.

23  O que o devo fazer no caso de roubo de veículo?

Deve comunicar imediatamente às autoridades policiais,

Deve comunicar imediatamente o seu corretor de seguros e à Seguradora;

Deve providenciar os seguintes documentos:

  • Aviso de sinistro preenchido e assinado;
  • Em caso de roubo/furto dos documentos originais do veículo, deve-se mencionar este fato no registro para possibilitar a obtenção de segunda via no Detran.;
  • Cópia da Carteira de Identidade e CPF do segurado;
  • Cópia da Carteira Nacional de Habilitação do motorista;
  • Ocorrência policial constando o nome da seguradora;
  • Negativa de multas do DETRAN e DNER;
  • Certidão de não localização do veículo;
  • Baixa da placa;
  • IPVA atual e anteriores (quitados);
  • DUT/Recibo;
  • Chaves do veículo;
  • Contrato quitado, com firma reconhecida, se houver reserva de domínio ou alienação fiduciária; comprovante de quitação dos prêmios da apólice/endosso.

24- O que devo fazer em caso de danos causados apenas ao veículo?

Deve apresentar os seguintes documentos:

  • Aviso de sinistro totalmente preenchido e assinado pelo segurado;
  • Cópia da Carteira Nacional de Habilitação do motorista;
  • Cópia da Carteira de Identidade do motorista; cópia da DUT;
  • Orçamento de oficina indicada pela seguradora. (Que tem que ser autorizado pela seguradora)

25 - Qual o procedimento em caso de perda total causada por colisão?

Deve apresentar os seguintes documentos:

  • Aviso de sinistro totalmente preenchido e assinado pelo segurado e pelo terceiro, se for o caso;
  • Cópia da Carteira de Identidade e CPF do segurado/terceiro;
  • Cópia da Carteira Nacional de Habilitação do segurado/terceiro.
  • Ocorrência policial;
  • Chaves do veículo;
  • Certidão de prontuário e negativa de multas do DETRAN;
  • IPVA atual e anteriores (quitados); DUT;
  • Contrato quitado, com firma reconhecida, se houver reserva de domínio ou alienação fiduciária.

26 - O que é a franquia?

A cada sinistro ocorrido e coberto pelo seguro, o Segurado participará dos respectivos prejuízos com uma franquia básica ou, também, com uma franquia facultativa determinada na contratação do seguro e constante na apólice.

As franquias não se aplicam nas seguintes hipóteses:

  • Sinistro que enseje indenização integral do veículo, conforme definido nas Condições Gerais desta apólice;
  • Seguro de Responsabilidade Civil Facultativa – Seguro de Terceiros

27 - O valor da franquia é o mesmo em todas as seguradoras?

Não. O valor é fixado para cada modelo de veículo e varia pouco de uma seguradora para outra.

28 - Tenho que pagar a franquia em todos os sinistros?

A franquia deverá ser paga a cada sinistro que não seja Total. Se o segurado envolver-se em e sinistros parciais, pagará duas franquias.

29- Por que alguns seguros as franquias são mais baratas?

Porque existe além da franquia normal, as franquias reduzida e majorada.

  • Franquia reduzida, o segurado participa com um valor de franquia menor que a normal, geralmente 50%
  • Franquia Majorada o segurado participa com um valor de franquia maior que a normal, geralmente 100%

Vale lembrar que quanto maior a participação do segurado na hora do sinistro, menor é o custo do seguro.

30 - Quando a seguradora pode se recusar a pagar a indenização?

  • Segurado não fizer declarações verdadeiras e completas ou ainda,
  • Quando o segurado omitir circunstâncias de seu conhecimento que pudessem ter influído na aceitação da proposta ou na fixação do prêmio;
  • Uso do veículo para fim diverso daquele a que se destina;
  • Pertencer a grupo ou ser dependente de integrante de grupo de que na realidade não faça parte;
  • Respostas incorretas assinaladas pelo Segurado no questionário de informações sobre condutores e uso do veículo segurado.
  • Não veracidade do CPF/CNPJ informado pelo Segurado na proposta do seguro;
  • O Segurado deixar de cumprir as obrigações convencionadas na apólice;
  • O sinistro ocorrer quando o veículo segurado estiver sendo dirigido por pessoa não legalmente habilitada;
  • O veículo segurado for usado para fins diversos do indicado na apólice;
  • O sinistro for devido a culpa grave (negligência) ou dolo (má intenção) do Segurado;
  • For constatado que o motorista do veículo segurado estava embriagado ou drogado;
  • O Segurado, por qualquer meio, procurar obter benefícios ilícitos do seguro contratado;
  • No caso de táxi, o veículo não estiver sendo dirigido pelo seu proprietário legal/segurado ou pelo segundo e terceiro condutores, indicados na apólice;
  • O Segurado deixar de comunicar à Seguradora a transferência de titularidade, alienação ou ônus do veículo segurado.

31 - Qual a documentação necessária para recorrer à indenização por danos materiais causados a terceiros?

  • Boletim de Ocorrência Policial;
  • Aviso de sinistro totalmente preenchido e assinado pelo segurado;
  • cópia da Carteira Nacional de Habilitação do motorista;
  • cópia da Carteira de Identidade do motorista;
  • cópia da DUT;

O terceiro deverá providenciar os mesmos documentos e preencher na seguradora o documento chamando de Reclamação de Terceiros. Ele só poderá reclamar na seguradora após ter o segurado feito seu aviso de sinistro.

32 - Como requerer a indenização em caso de acidentes com morte?

Você deve apresentar a seguinte documentação:

  • Cópia da Carteira de Identidade e CPF do segurado;
  • Cópia da Carteira Nacional de Habilitação do motorista;
  • Cópia da DUT;
  • Ocorrência policial constando o nome da seguradora;
  • Certidão de óbito;
  • Certidão do laudo do exame cadavérico.

33 - E no caso da pessoa ficar inválida?

Você deve apresentar a seguinte documentação:

  • Cópia da Carteira de Identidade e CPF do segurado;
  • Cópia da Carteira Nacional de Habilitação do motorista;
  • Cópia da DUT;
  • Ocorrência policial constando o nome da seguradora;
  • Prova de atendimento à vítima por hospital, ambulatório ou médico;
  • Relatório médico atestando o grau de invalidez.

Fonte: www.guiaseguros.com.br


Costa Aguiar Corretora de Seguros
Costa Aguiar Corretora de Seguros